segunda-feira, dezembro 26, 2005

Guterres,personalidade 2005

O ex-primeiro- ministro António Guterres foi eleito como personalidade Portuguesa do ano,devido à sua nomeação em Maio para Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados.A escolha partiu da Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal.António Guterres,junta-se assim aos ilustres que desde 1990 receberam o prémio"Personalidade Portuguesa do Ano";são os casos de Carlos Paredes,Miguel Torga,José Saramago,Luis Figo ou Mariza.António Guterres é assim reconhecido pelo seu prestígio internacional,pelo perfil humanista e diplomático.O ex-chefe de governo de Portugal e ex-presidente da Internacional Socialista vê o seu nome na galeria da glória.Um reconhecimento que deve ser orgulho de qualquer Beirão,já que o Engenheiro António Guterres,nunca renegou as suas origens e laços para com a Beira Interior.António Guterres,desempenhou nesta região as funções de presidente da Assembleia Municipal do Fundão e foi durante várias legislaturas deputado da Nação eleito pelo círculo de Castelo Branco.

sexta-feira, dezembro 23, 2005

Natal

Assim sem mais palavras....Aproveitem este tempo que pode ser de esperança e fraternidade.Basta nós querermos!

terça-feira, dezembro 20, 2005

Cavaco levado ao colo?Pela Imprensa???

A ideia foi deixada hoje pelo Dr.Mário Soares,no frente-a-frente mais aguardado das Presidenciais.O ex chefe de estado responsabilizou os media pela entronização do Prof.Cavaco Silva.Já cá faltava...Normalmente,os protagonistas da notícia arranjam sempre um culpado para justificar algo que não lhes corre de feição.E é o que parece estar a acontecer ao Dr.Mário Soares.O Ex presidente,candidato que hoje tentou ser o 3º moderador do debate com o Prof. Cavaco Silva...Soares quiz saber,objectivamente,como é que o professor resolveria questões como a educação..O que é a globalização.Cavaco não esclareceu...mais uma vez passou o tempo a falar da sua experiência...Mas Soares não esteve melhor...insistiu no seu prestígio internacional e tentou ser deselegante com Cavaco.Assim foi o último dos 3 mais interessantes debates realizados pelas TV`s.Para além deste,entre Cavaco e Soares,gostei do frente a frente,Cavaco Louça e do debate,Alegre-Soares.Hoje,os analistas políticos não dão vitória a nenhum dos 2 prováveis inquilinos em Belém.Diz-se que Soares foi bom no ataque e Cavaco esteve bem na estratégia.Vamos aguardar...

segunda-feira, dezembro 19, 2005

Rock Rendez Vous.

Passam 25 anos sobre a abertura da sala de espectáculos que trouxe uma nova oportunidade para a música Portuguesa.Durante 10 anos o antigo Cinema Universal em Lisboa,dava lugar a magníficos concertos,outros nem tanto e possibilitava a muitas bandas Portuguesas mostrarem ao país o seu valor.Até então,muitos dos artistas da Pop Rock eram ilustres desconhecidos.Desde o final de 1980,a produção nacional nunca mais foi a mesma.Passou a haver muito maior preocupação técnica e menos amadorismo...Pena que o Rock Rendez Vous,só tenha existido durante 10 anos.Ainda assim a sala da música,acolheu 1500 concertos e 6 concursos de música moderna Portuguesa com o mesmo desígnio.Para a história ficaram bandas como os Xutos e Pontapés,Herois do Mar,Sétima Legião e outros de que não me lembro e que devem uma parte do êxito inicial da sua carreira ao Rock Rendez Vous.Para assinalar os 25 anos do RRV,deve ser editado em 2006 um livro com as fotos mais emblemáticas de um espaço que marcou a década de 80 e a música moderna,dita de qualidade.

quinta-feira, dezembro 15, 2005

Gardunha Viva

A "Gardunha Viva",é uma jovem associação da minha região e que está muito bem lançada na área do montanhismo,pedestrianismo e escalada.Nasceu na década de 90,no Clube Académico do Fundão e logo nos primeiros anos começou a afirmar-se na prática de desportos de montanha.Cresceu e criou o seu próprio espaço. O projecto orgulha qualquer sócio.Mesmo se for distraído como eu.Agora que a "Gardunha Viva",completou mais um aniversário,achei por bem deixar no sítio certo o reconhecimento que é dever de qualquer jornalista,também fazer.E não foi um elogio público ao acaso,para os amigos de outros carnavais,acampamentos e expedições...Tratou-se apenas de divulgar as potencialidades de um projecto que representa o sonho desportivo de pessoas como o Alfredo Abrantes.O Nelo,para os amigos.Parabéns à Associação de Montanhismo do Fundão,por ser mais um expoente da nossa terra,no país e no estrangeiro.

quinta-feira, dezembro 08, 2005

Cheira a Natal...Apetece ser criança.

Faltam poucos dias para a festa da familia,a festa das crianças,o brilho do novo Natal.Chamo-lhe novo,porque estas comemorações religiosas tém quase tudo menos o original,a mensagem e valor sentimental que me ensinaram a ver na comemoração do nascimento de Jesus.Mas também já pouco importa,hoje vivo outro Natal...Um acontecimento que perdeu a magia dos meus antepassados mas ganhou a cor e alegria que as minhas crianças lhe dão.As minhas e as de todo o mundo.É graças aos mais pequenos que o Natal ainda tém algum brilho.Ainda hoje,foi reconfortante ver a felicidade destes meninos de tenra idade saltarem á volta da árvore de Natal que ajudaram a colocar de pé.É muito divertido ver os mais pequenos opinarem sobre o Natal e o mistério que ainda não desvendaram da chegada das prendas e do Pai Natal.A inocência destas crianças é contagiante.Nestes dias em que o espírito do Natal começa a entrenhar-se,apetece recuar uns anos,muitos anos e voltar a ser menina.Nessa condição,os meus dias seriam,seguramente,muito mais tranquilos.

domingo, dezembro 04, 2005

Peditório.

Quando saímos à rua,para passear ou para fazer compras,passamos os dias a tropeçar em individuos que não sabem fazer mais nada que não seja pedir...chorar de corcodilo...contar histórias mirabolantes e nós sempre a abrir o porta moedas.Em tempos ainda cheguei a pensar que este problema social era apenas uma realidade das grandes metrópoles.Por estes dias,dei-me conta de que este problema não só chegou ás cidades do Interior,como está a tornar-se um verdadeiro pesadelo para quem anda a fazer compras.E nesta época de constante consumo,é vê-los à porta dos hiper-mercados,centros comerciais e foruns de "bandeja na mão",sempre à espera de mais um "parvo"que deixa mais uns euritos. Ele são os voluntários do Banco Alimentar contra a fome,os representantes dos escuteiros,a igreja não sei das quantas,a instituição de apoio a carenciados e toxicodependentes,os cegos,a escola tal que vais fazer uma festa de Natal...Xiça tenham dó.Não há boa vontade que resista a tanto chamamento e solidariedade.Há dias até encontrei um tipo que teve a lata de me pedir 0,50 euros para tomar um café!Hoje decidi dar um basta e não volto a ouvir seja quem fôr.Paga o justo pelo oportunista.

quarta-feira, novembro 30, 2005

Arruada do 1ª de Dezembro-Tradição imemorial é esta noite.

Faltam poucas horas para voltarmos a "encorrer"os Espanhóis.
O ritual repete-se todos os anos na cidade do Fundão e ninguém sabe desde quando é que ás 12 badaladas da meia-noite de 30 de Novembro para 1 de Dezembro a população sai à rua para celebrar a Nação.
É uma manifestação colectiva que já na década de 50 existia, desde há muitos anos. 
Hoje e em cada ano que passa ganha novos adeptos.
O cortejo, em memória da Restauração é também um encontro de gerações e no século XXI,são muitos os jovens que já sabem entoar as quadras do hino do "homem das Barbas Ruças" e o hino da Restauração.
As palavras são sempre acompanhadas pela Banda Filarmónica de Aldeia Nova do Cabo.
Ainda não há muitos anos era a Banda da Associação Desportiva do Fundão a dar o mote para celebrar a independência nacional.
Perdeu-se a banda da ADF mas não morreu a tradição nem o estribilho e por isso,o Fundão volta esta noite a celebrar PORTUGAL.

terça-feira, novembro 29, 2005

O Pedro que afinal é Paulo.

É uma história surreal, mas reveladora da competência dos funcionários que os serviços desconcentrados do Ministério da Justiça têm por esse país fora. Então é assim: O Pedro, quando nasceu foi registado com esse nome... tirou o BI, renovou-o e coiso e tal mas nunca se tinha dado conta de que a inteligência que o registou na conservatória lhe atribuiu outro nome, que não aquele que a família tinha escolhido. Resultado: O rapaz foi há dias pedir uma certidão de nascimento e, na cidade berço, disseram-lhe que afinal não era Pedro mas Paulo. Agora, o indivíduo tem um molho de problemas para resolver e na conservatória da sua terra Natal, ninguém apresenta solução para o imbróglio, nem assumem o erro. A ordem é para o Pedro solicitar aos serviços do Ministério da Justiça a mudança de nome de Paulo para Pedro, lol. Agora digam lá que este não é um verdadeiro flagrante delírio da nossa administração pública. Bom, temos um Pedro que anos depois de nascer descobre que afinal é Paulo, mas só nos arquivos de registo civil... Enfim, vamos divulgar o caso que envergonha qualquer Portuga. Talvez o Provedor de Justiça ou alguém se dê conta desta falta de decoro.

segunda-feira, novembro 28, 2005

E a serra aqui tão perto # 2


Assim està o maior cartaz turistico de Portugal...
Para além da paisagem deslumbrante,já podem usufruir dos equipamentos da Turistrela...As pista abrem esta 3ªfeira( eu não tenho comissão,mas não quero que deixem de vir...,lol).

terça-feira, novembro 22, 2005

Desilusão

Hoje trago-vos palavras de desalento,decepção,desilusão por tudo aquilo em que apostei.
Parece um discurso miserabilista,acredito.Aceito que assim me interpretem.Mas hoje,aliás,os dias tem sido pior que maus.Não imaginam o que é passar uma carreira a fazer fé num projecto que nasce torto e que tarda em se endireitar.O pior de tudo é quando concluimos que afinal gastamos anos das nossas vidas a dar o melhor por um projecto falhado.
Nestes momentos apetece-me desaparecer deste cantinho.Procurar quem me entenda.Abraçar novos desafios,pessoas,enfim....
Como eu preciso de uma palavra de encorajamento para fazer as malas(allô Art off Love!A frase é tua) e partir á conquista de novos horizontes.Talvez seja a monotonia dos dias...ainda que se diga que a vida de repórter é movimentada qb.Uma pessoa muito minha querida(Xana),ensinou-me um dia que devemos dar um novo rumo á vida,sempre que entramos em fase de saturação.Há muito que atingi esse estado de insatisfação,agora só não sei é se vou conseguir descobrir uma luz ao fundo do túnel...

segunda-feira, novembro 14, 2005

Á descoberta da Maúnça.

Hoje trago-vos uma proposta para um passeio em terras do xisto.Mas também pode ser por terras do castanheiro.Bonitas paisagens,mesmo estando a falar de uma zona que não foi poupada aos incêndios do último Verão.É um lugar onde reina o sossego.Até parece que estamos mais próximos do céu.A serra da Maúnça,no concelho do Fundão,fica entre a Gardunha e a Estrela.Chegar até lá não é dificil e quem tem boca vai a Roma.
Este lugar de encanto vale por tudo e agora com as cores do Outono,ninguém lhe fica indiferente.Depois tem a gastronomia a partir de produtos genuínos. E as pessoas...generosas, são de uma simplicidade ímpar.No sopé da Maúnça estão pequenos aglomerados habitacionais.É o caso do Açor,terra de gente boa e cheia de vontade de colocar a Maúnça na rota dos locais de passagem obrigatoria,se de turistas estivermos a falar.A confiança destas pessoas é salutar.Agarradas ás origens estas gentes acreditam nas potencialidades da sua terra.Ainda este fim de semana deram provas dessa confiança, ao realizarem mais uma mostra de artes e sabores da Maúnça.Entre a degustação e o divertimento,não faltaram as largas centenas de pessoas que acreditam poder fazer do Açor uma aldeia cheia de vida.A mostra voltou a ser um verdadeiro sucesso e neste capitulo,permitam-me que deixe aqui uma palavra de gratidão para com o Daniel Gil.O rosto dos pastores do Açor é também um exemplo de tenacidade,uma prova de como quando temos força de vontade,o sonho está ali,ao virar da esquina.A mostra de artes e sabores da Maúnça é um bom exemplo.Fica o registo e o convite para a descoberta de mais este cantinho da Beira Interior.BOA SEMANA.

sexta-feira, novembro 11, 2005

Quanta saudade

"Há pessoas que passam e levam um pouco de nós,outras passam e deixam um pouco de si".A frase está gasta mas cai-me que nem uma luva se pensar que Xana é demasiado importante para os dias de uma mulher sempre apaixonada por alguma coisa que a faça continuar a sorrir e a esquecer que muitas vezes a vida é madrasta.
Não é fácil gerir um turbilhão de sentimentos e sobressaltos,quando para sobreviver a tanta emoção temos de nos agarrar a algo de muito positivo.É aqui que a figura de Xana ganha uma dimensão incomensurável.A grandeza da pessoa é de tal ordem que me é cada vez mais dificil gerir a distância que desde sempre nos separa.É bem verdade que a saudade pode sempre ser compensada com mais uma mensagem,um telefonema ...mas isso já não chega para apagar a dimensão do desejo de estarmos juntos.
Apesar da amargura que é ter de passar os dias longe dos olhos de Xana,agarro-me ao facto de saber que afinal Xana não é uma pessoa qualquer,mais uma amizade igual a tantas outras que cruzam as nossas vidas...Xana é tão especial que não caberiam na rede todos os sinónimos que ajudam a dizer o quanto queremos uma pessoa.BOM DIA XANA.

domingo, novembro 06, 2005

Ao DOMINGO

Ao domingo gosto do vale dos lençóis,de
Dormir até os olhos me doerem
Ler o livro que tenho á cabeceira,pegar no inevitável e rir sem parar.
Tomar uma banho longa duração,ouvir música ainda mais alto que nos outros dias
Passar a manhã a cantarolar,mesmo que a vida de casa me atrase no passeio.
Ao domingo adoro ir a uma esplanada,desfolhar os jornais e beber um cai bem.
Depois,reune-se a famelga e vamos ao passeio que se faz tarde.
Também sou viciada em almoçar fora(ao domingo)
Mas o meu dia fica melhor,quando sinto a paixão
Estar apaixonado faz-nos rir...dá-nos mais alegria
É por isso que este domingo ainda tem mais sabor
Bora lá....saltar,correr,ver o colorido deste Outono na Beira Interior.
Beijos e Boa Semana..

quarta-feira, novembro 02, 2005

Medo a quanto obrigas.

Chamava-se Rosa, mas poderia ser Maria, Madalena, Sofia... Tinha 31 anos e foi brutalmente assassinada pelo companheiro. A Rosa estava no lugar do costume. Era de manhã e hoje preparava-se para deixar a sua menina de 2,5 anos no infantario. Hoje era o último dia de vida de Rosa, mas ela não sabia. Jaime tinha prometido e fê-lo. Hoje, esperou a familia e em pleno parque de estacionamento degolou a sua companheira de outras lutas. A mulher que desde que ficou grávida era,continuadamente, agredida física e verbalmente. Sim porque a agressão psicológica é muitas vezes mais penosa que um estalo,um pontapé... Enfim.
Esta é uma historia comum. INFELIZMENTE, não faltam situações de faca e alguidar num país de brandos costumes e em que a justiça é também branda. Os contornos deste caso não vou contá-los aqui, são do pior...e afinal não afectam apenas pessoas de fracos recursos,baixa escolaridade,gente pobre de espírito. Aliás, só trago aqui este crime de violência porque me impressiona. Revolta-me saber que no século XXI, ainda haja mulheres que por amor e mêdo se deixam violentar desta maneira . Também me revolta saber que AFINAL nem sempre as linhas de apoio à vítima, os tribunais e sei lá mais o quê, não funcionam. É tudo confrangedor.DESCULPEM o tempo que vos roubei, mas POR FAVOR não se calem quando derem conta de sinais de violência...situações de violência doméstica que quase SEMPRE acabam em tragédia. E eu que pensava que ninguém morre aos 31 anos... muito menos vítima de um crime horrendo.

terça-feira, novembro 01, 2005

Castelo Rodrigo

Castelo Rodrigo é uma das 10 aldeias históricas de Portugal e merece a nossa visita. Há 10 anos que lá não ia e hoje descobri como a recuperação de coberturas e fachadas deu ainda mais valor ao património, já por si rico, que existe na muralha daquela localidade.
Castelo Rodrigo é um bom exemplo daquilo que os agentes locais podem fazer pela salvaguarda de uma identidade. Os materiais utilizados na recuperação do núcleo histórico são homogéneos e isso agradou-me sobremaneira. Fiquei de tal forma bem impressionada que me apetece perguntar ao arquitecto responsável pelo projecto de recuperação de Castelo Novo, onde se inspirou para mandar colorir as portas das casas da minha aldeia cada uma de sua cor...
Mas na visita a Castelo Rodrigo um senão. Num dia feriado e com turistas de todo o lado na aldeia histórica, não se percebe por que razão não havia um lugar para saborear um simples petisco...assim não! E logo numa região onde o bom queijo e vinho são divinais.
Numa deslocação à Beira Interior, Castelo Rodrigo merece visita OBRIGATÓRIA.

domingo, outubro 30, 2005

Hino à AMIZADE.

Diz-se que a Amizade é dos sentimentos mais nobres
Também sabemos que é para os bons e maus momentos
Mas, na VERDADE...
São cada vez menos aqueles que nos acompanham nas dificuldades;
Nos momentos de solidão ou quando a vida nos atraiçoa
Esquecem-se depressa do bem que lhe fizemos,das portas que lhe ajudámos a abrir,das aventuras e situações que partilhamos. E ainda por cima MENTEM.
Ainda bem que os meus poucos BONS amigos não se comportam desta maneira.
Os meus AMIGOS de verdade, não dizem só o que eu gosto de ouvir,
gritam e chamam-me à razão quando eu estou mais distraída, quando comento erros e ultrapasso a fronteira do razoável.
Os meus AMIGOS
Fazem-me rir e chorar, estão SEMPRE no meu coração.
Bom Fim de Semana.

terça-feira, outubro 25, 2005

Rir é o melhor remédio

A gripe das aves está no topo da actualidade.
Para descontraír,deixo-vos alguns dos bons momentos do último "O inevitável" do Expresso.
Medidas para combater a gripe das aves:
-Rádios retirem da playlist o velho êxito de Max,pomba branca pomba branca.
-Correia de Campos manda criar cordão sanitário em Vila das Aves e Pombal.
-Portugália deixa de servir faisão nas viagens Lisboa-Porto.
-História de Fernão Capelo Gaivota vai ser censurada.
-Rio Ave proíbido de jogar fora de casa.
-Força aérea em prevenção decreta alerta laranja.

Agora os AVISOS:
-Se vir uma galinha a tossir não pense que é do tabaco
-Sempre que comprar bifes de perú,pergunte se o animal fungava na hora do abate
-Não deixe o seu filho contactar com livros do Pato Donald
-Por morrer uma andorinha,não acaba a gripe das aves.

RIR É O MELHOR REMÉDIO.....LOL

segunda-feira, outubro 24, 2005

Upi Upi...

Olá a todos.
depois de um fim de semana de cão e cheio de chuva aqui estou para dar as boas vindas ao sol e a mais uma semana de trabalho...
como estou hiper bem disposta,nem vou escrever mais nada.
BOA SEMANA para todos........
Upi upi,Viva a ALEGRIA.

sexta-feira, outubro 21, 2005

Informação Espectáculo

Acompanhei ontém com toda a atenção a apresentação da candidatura presidencial do Professor Cavaco Silva. Antes da hora liguei as televisões e fiquei na SIC Noticias que já estava a fazer uma avaliação politica da candidatura.Até aí tudo normal.O pior veio depois.Então não é que os repórteres de Carnaxide resolveram ir esperar o candidato a casa e acompanharam o Professor até ao CCB ! Mais parecia que o homem já tinha ganho as eleições...juro que não é má vontade.Eu até gosto de Cavaco Silva,mas será que para ganhar audiencias é preciso protagonizar um espectáculo tão degradante?
Cansada da triste figura,mudei de canal...Mais tarde voltei á SIC generalista e lá estavam outra vez os repórteres a travar caminho ao Professor."Como se sente?Está feliz?Para onde vai agora?"POR FAVOR informem e não perturbem.

quarta-feira, outubro 19, 2005

Palavra de politico

Estava eu a limpar arquivos e declarações ultrapassadas quando descobri imagens sonoras de politicos e directores gerais,autarcas e outros protagonistas que me fazem ficar ainda mais descrente quanto ao rumo do "meu"país.
Do conjunto de projectos,estudos e promessas adiadas,escolhi a questão da salvaguarda da floresta como tema para a pesquisa de palavras e mais frases feitas.
A floresta deveria ser um assunto caro a qualquer individuo com responsabilidades neste rectângulo.Mas a avaliar pelas declarações que reencontrei,concluo que a floresta é para os gestores e fazedores de politicas de Portugal mera retorica.Senão vejamos:
De 2003 até hoje,encontrei no meu arquivo de edição de noticias as mesmas intenções de ordenar a floresta,limpar o território,multar os proprietarios,criar mais equipas de sapadores florestais,blá blá blá....Só a titulo de exemplo saibam que no próximo ano o apoio á criação de equipas de sapadores florestais tem inscrita em PIDDAC uma verba de 40 mil euros para o territorio do distrito de Castelo Branco.Com 8 mil contos,quantas brigadas de sapadores vai ser possivel manter?
Mas não se preocupem,porque no próximo Verão,quando a floresta voltar a ficar reduzida a cinzas,não faltarão novas promessas e estudos para prevenir o fogo.

terça-feira, outubro 18, 2005

Para que serve um deputado da nação?

A pergunta anda na boca de todos. As dúvidas parecem ter razão de ser. EU EXPLICO.
No dia em que se ficou a saber o essencial sobre o OE (orçamento de estado), fui à procura dos investimentos da administração central para o "meu" distrito. Não sendo uma especialista em números, e muito menos em informática, lá descobri os documentos. Analisei ponto por ponto para concluir que as prioridades do PS enquanto governo são bastante diferentes das exigências feitas enquanto oposição. Fui então à procura de explicações e leituras políticas da coisa.
Mas PASME-SE:
Os senhores deputados do "meu" distrito ainda não tinham visto o documento. Depois de alguma insistência e esclarecimentos dados pelo jornalista, eis que os eleitos pelo povo, lá se resolveram a dizer duas palavras. O eleito PS, bateu palmas e congratulou-se pelas obras inscritas em PIDDAC (o tal plano de investimentos da administração central), esquecendo que a região que o elegeu vai continuar à espera de obras que até já foram bandeira de outros tempos. O deputado do PSD, nem por estar na oposição, acrescentou muito mais... criticou, criticou e não deu um exemplo de obra que vá propor para o PIDDAC de 2006.
Perante isto, eu pergunto: O que fazem os deputados eleitos na Assembleia da República?

Valerá a pena continuar a eleger representantes, para a AR, que se estão nas tintas para os problemas das populações que neles votaram?

Falavam da Maria Elisa Domingues, mas afinal, os erros de casting continuam!...

segunda-feira, outubro 17, 2005

Tanta Chuva

Ainda mal começou a cair e já estou cansada dela.
Faz muito bem... É cá precisa... Os agricultores agradecem, mas eu estou farta dela.
A chuva torna os dias mais cinzentos, esconde o sol e raras vezes deixa ver as cores do arco-íris. É má companhia para quem gosta de ver as paisagens, passear e sentir-se liberta de objectos.
A chuva também não é desejável para quem, como eu, perde todos os guarda-chuva.
Porque os meus últimos dias têm sido tristes, quero o sol de volta.
E se tiver mesmo de chover, então que seja durante a noite... Ao menos assim posso ouvir o ping ping, embalar-me na melodia e pensar que o nascer de um novo dia vai trazer de volta o meu sorriso... para o sol... para quem ainda tiver paciência para me ouvir.
Xiiiii isto hoje está mau.

sexta-feira, outubro 14, 2005

Queridos Anos 80.

A música é das melhores companhias
Ajuda a reavivar memórias
Faz-nos sorrir,chorar,dançar...
Levo-a para todo o lado.
Hoje, enquanto falava com "Xana" sobre as canções do momento, lembrei-me de como a música está intimamente ligada
á minha forma de estar,gostar,viver.
A pensar nisso, lembrei-me de partilhar convosco o nome de algumas das bandas que marcaram a minha meninice.
Nos ídos anos 80, a telefonia era mais personalizada e passava mais música nacional...Tenho saudades desse tempo... Delirava com um qualquer tema dos Jáfumega, Salada de Frutas, Heróis do Mar ou Roquivários. Num outro campo havia a Banda do Casaco e a "minha" querida Né Ladeiras.Depois comecei a gostar de Trovante e do sempre admirável Luís Represas. Mais tarde, alguém me ensinou a ouvir o muito que já havia sido editado de Sérgio Godinho e de Fausto que ainda hoje são uma referência para mim.
Agora que é fim-de-semana, vou aproveitar para procurar algumas dessas canções. Já estou a imaginar quantas memórias vou lembrar, nestes dias de Outono e de algum frio.
Decididamente, a música está-me no sangue.

terça-feira, outubro 11, 2005

"O País que maltrata as crianças".

Está a começar o julgamento dos alegados homicidas da pequena Joana.
Pelo menos desta vez, a justiça é menos lenta que o habitual...
Desta vez não deverá prescrever o prazo para que os culpados sejam punidos... Na verdade, os arguidos até são simples cidadãos, anónimos...!
Seja como for,o certo é que por estes dias vamos tentar entender o que leva a família de uma criança a assassiná-la barbaramente.
Este é um caso de homicídio qualificado, mas Portugal é campeão da mortalidade infantil.
Um relatório da UNICEF, divulgado pela Visão, atribui a Portugal a maior taxa(3,7%) de mortalidade por abusos físicos e negligência em cada 100 mil crianças, entre 27 países da OCDE.
Os números dão que pensar e fazem-nos ser mais exigentes para com as comissões de protecção de crianças e jovens.


Assim vai um país onde a violência está debaixo do "nosso" tecto.
DÁ QUE PENSAR...

segunda-feira, outubro 10, 2005

Livra...

E pronto
Finalmente podemos voltar á vida sem o sobressalto das promessas eleitorais
Sobra o tempo para as outras noticias.
As de interesse geral.
Sim, porque o exercício da politica esta cada vez pior.
Somos o país do vale tudo...
E o povo cego
Ainda vai em conversas!
E como eles gostam...
Que o digam
A Fátima
O Valentim
O Isaltino....
Voltaram...Venceram
Assim vai a democracia

sábado, outubro 08, 2005

Cuidados Paliativos

Finalmente alguém se lembrou de instituir um dia para reflectirmos sobre os cuidados paliativos de saúde.Só quem não passou ainda pelo desgosto de ver um familiar ,amigo ou conhecido entre a vida e a morte é que não pode avaliar da importancia de haver um dia como este.
8 de Outubro.
Uma jornada para pedirmos ao estado,mais investimento nas unidades de saúde onde se faz acompanhamento na fase terminal dos doentes oncológicos e outros.
Por defeito de profissão costumo seguir a velha máxima de que as más noticias devem ter sempre maior relêvo que as boas mas...
Neste caso,o Dia Mundial dos Cuidados Paliativos de Saúde,leva-me a ganhar consciencia...
De tal modo que achei oportuno partilhar convosco esta boa noticia.

quinta-feira, outubro 06, 2005

Porque Será?

Qual a fronteira entre a Amizade e o amor?
Tenho feito esta questão a inumeras pessoas,tenho lido sobre o assunto mas não chego a uma conclusão.
Não sei se algum(a) de vocês já viveu a experiência
Preciso de uma luz
Não é que esta Amizade especial não seja maravilhosa....
Direi que é muito saudável
Mas, e se tiver de tomar um rumo?
Alguém me diz,qual é o caminho?

quarta-feira, outubro 05, 2005

Pinhal Interior

Em dia de folga,quanto a campanhas e politicos de paróquia,dediquei esta jornada ao passeio.Destino:O Santuário do Pinhal no concelho do Fundão.Apesar da mão criminosa que tanta floresta destruiu neste Verão,ainda é um gosto caminhar neste paraíso e poder saborear o melhor da gastronomia.Quanto davam para provar um bom maranho, numa qualquer casa de pasto deste cantinho do céu...QUE PAIXÃO!E daqui a nada volto á rotina...ossos de ofício.Fiquem bem.

segunda-feira, outubro 03, 2005

Á Espera...

Olá a todos.
Finalmente um cantinho para poder partilhar convosco o melhor e o pior dos meus dias andados.Não procuro apenas as paixões de uma vida.Por aqui poderemos escrever sobre tudo o que nos vai na alma...Hoje podemos começar pela minha paixão futebolistica.O SPORTING.Raios partam aquele treinador e aquela SAD.Alguém me explica porque razão o mister Peseiro ainda comanda em Alvalada?

Dulcineia

Quem tu és não importa, nem conheces
O sonho em que nasceu a tua face:
Cristal vazio e mudo.
Do sangue de Quixote te alimentas,
Da alma que nele morre é que recebes
A força de seres tudo.


José Saramago

domingo, outubro 02, 2005

O grande D. Quixote

"O grande D. Quixote de La Mancha, fidalgo arruinado, cavaleiro do leão e da triste figura, vai novamente partir para defender os pobres e oprimidos, a honra dos cavaleiros andantes e para se encontrar com a sua dama amada, Dulcineia del Toboso, esquelético e cansado, cavalga o seu escanzelado “corcel” Rocinante, acompanhado pelo seu fiel e interesseiro escudeiro, o gordo Sancho Pança que se deixa penosamente e sempre faminto em cima de um desgraçado burro chamado Russo.
Sancho aceita partilhar estas loucas jornadas porque o senhor seu amo D. Quixote lhe prometeu que o faria Governador de uma ilha. O caminho da honra e do bem está, porém pejado de escolhas bem difíceis de vencer e todas as armas são boas para o inimigo de D. Quixote.
Encantamentos e sacrilégios são por eles usados contra os seus desígnios e desejos, levando de tabela Sancho Pança nas embrulhadas em que o Mestre se mete.
E a luta é tenaz: exércitos disfarçados de rebanhos ou moinhos de vento, diabos transformados em actores de teatro ou para cumulo de Sancho Pança passando pela amada Dulcineia aos olhos e na mente doente de D. Quixote. A demanda da justiça e do amor não são fáceis nos dias que correm. Encontrará D. Quixote a sua Dulcineia? Será Sancho Governador de uma ilha e sua mulher e filha, chamadas de Mulher e Filha do Senhor Governador?"

sábado, outubro 01, 2005

Dulcineia sem Quixote...

Sou a Dulcineia.

Venho de terras do Interior.
Neste castelo vou espreitar para o Mundo.
Dar-me a conhecer...

Quem sabe encontro um D. Quixote perdido...