terça-feira, abril 25, 2006

Viva a Liberdade!

"Esta é a madrugada que eu esperava
o dia inicial inteiro e limpo
onde emergimos da noite do silêncio
e livres habitamos a substância do tempo."
Sophia de Mello Breyner

segunda-feira, abril 17, 2006

Pela maternidade da Covilhã

A população da Cova da Beira vai saír à rua no próximo sábado dia 22 à tarde para participar numa manifestação a favor da maternidade e bloco de partos do Centro Hospitalar da Cova da Beira.A ideia partiu do presidente da Câmara da Covilhã,o social democrata Carlos Pinto que já tinha ameaçado levar o povo para a praça do Município,caso se confirmassem as piores notícias.Se é verdade que ainda ninguém disse quais são as maternidades da região que ficam abertas (ver post anterior),também não é mentira que a influência do partido socialista pode traír a razoabilidade de uma decisão técnica...
Pelo sim ,pelo não,Carlos Pinto não dormiu e não só convocou o povo para a manifestação de sábado,como ganhou o apoio do autarca do Fundão,o também social democrata ,Manuel Frexes que desta vez está do mesmo lado da trincheira de Pinto.E até a familia da União de Sindicatos de Castelo Branco já fez saber que vai responder afirmativamente ao "chamamento" de Carlos Pinto.Quem diria!...Ou Talvez não...Porque aqui ainda contam os interesses regionais.
O protesto desta semana acontece depois de em Castelo Branco ter sido criado um movimento em defesa do bloco de partos do Hospital Amato Lusitano.Também na Guarda,as últimas semanas tém sido marcadas por iniciativas publicas em defesa da maternidade do Hospital Sousa Martins.
Enquanto isso,continuamos à espera que a determinação do Primeiro-Ministro seja também uma realidade na escolha de quais das 3 maternidades da sua região ficam abertas....
Ou será que o sr,engenheiro anuncia a decisão no dia em que estiver na Universidade da Beira Interior?
Se assim for, já não falta tudo...30 de Abril está aí....

terça-feira, abril 04, 2006

Contra o encerramento de maternidades...

E pronto..
Já cá faltavam as ameaças e protestos!
Mas venham eles...
Afinal a medida é mais um ataque ao interior.
Só é pena que na frente da contestação estejam partidos políticos!
Ao fim de tantos "atentados ao interior",esta gente ainda não aprendeu a mobilizar-se em torno de uma questão nacional.
O DIREITO AO NASCIMENTO COM DIGNIDADE E SEGURANÇA
Para quem não sabe...
O PSD de vários distritos do interior vai no dia 7 de Maio fazer uma vigilia junto dos hospitais cujos blocos de partos vão encerrar até ao final do ano.
Mas também há aqueles que ninguém sabe se encerram...
É que a determinação do governo do engenheiro José Sócrates parece ter perdido força,quando a reorganização dos serviços de obstetricia é na sua região de origem....
Uma vez que o estudo da Comissão de Saúde Materna e Neonatal aponta para a manutençao de um dos 3 blocos de partos da Beira Interior... Deveria o governo do PS ter dito afinal em que cidade fica o bloco de partos...
Mas não,o primeiro-ministro da Beira Interior,mandou o futuro Centro Hospitalar dos distritos de Castelo Branco e da Guarda decidirem.
E agora....
Agora temos o poder de influência do PS
A contestação de autarcas....Sobretudo do PSD
E o sempre reinvindicativo...independentemente da cor politica do governo..Joaquim Morão, presidente do municipio de Castelo Branco.
Enquanto se jogam influências políticas
O povo questiona-se.
Aplaude, critica e parece ter memória curta.
Afinal,digam lá quantas mães conhecem que desde sempre deram à luz longe da sua àrea de residencia...num grande hospital com saber cientifico e "mão para o parto"( a expressão é do presidente da ARS do Centro)?
Isto para dizer...
Que
SOU pela manutençao da maternidade do Centro Hospitalar da Cova da Beira.

domingo, abril 02, 2006

Amiga(o)é um termo dúbio

Ontém as águas estavam serenas
Mantinham a distância certa
Éramos cumplices apenas
Sem ter o coração alerta
....

Tudo entre nós era simples
....

Foi qualquer gesto que fizeste
Qualquer coisa que disseste
Que mudou a situação

Amo-te sem dares por nada
Eu própria(o) não dou por isso
....
....

Amigo(a) é um termo dúbio
Desses que a língua contém
Vê-se a linha de fronteira
Dá-se um passo e está-se em terra de ninguém

Carlos Tê in "A espuma das canções" de Rui Veloso

BOM DIA PARA TI.